Conte sua História: leia o primeiro relato de experiência



Dra. Patrícia Sena caracterizada como "Anjo Patinha".
(FOTO:  Arquivo pessoal)
O Núcleo de Comunicação do Instituto Anjos da Enfermagem (NUCOM) publicará, aos sábados, relatos de experiência de voluntários ou ex-voluntários que participaram do projeto. A série Conte sua História começa com a Dra. Patrícia Sena. Hoje advogada, Patrícia participou de algumas das primeiras visitas realizadas pelo programa, como voluntária.  Ela fala da criação do projeto, das dificuldades enfrentadas e sua história superação. Leia:

“Lembrar-me de um momento marcante que eu vivi nos Anjos da Enfermagem é fácil. Foram tantos! Tudo começou com a ideia da minha amiga, Jakeline Duarte, que decidiu criar uma ONG na Região do Cariri, sul do Ceará, para ajudar as crianças com câncer. Não foi fácil. Primeiro, tivemos que providenciar o respectivo registro. Depois, fazermos uma campanha para dar visibilidade à ONG, quando fomos surpreendidos com um ‘calote’. Um dos maiores obstáculos dos Anjos da Enfermagem, abalando a todos da Diretoria.

Com isso, vieram as desconfianças das pessoas em relação à estrutura e acompanhamento do trabalho. Todas superadas. Foram tantos desafios, mas todos desapareciam no momento em que se via a atuação dos Anjos da Enfermagem nos hospitais. Nunca vou esquecer a visita que participei em Barbalha - CE, caraterizada de anjo ‘Patinha’. Que momento mágico e delicado, na mesma medida.
Dra. Patrícia Sena (à esquerda) ao lado da tesoureira do Instituto, Fabiana Sousa (à direita), durante cerimônia de posse da nova diretoria. (FOTO: Instituto Anjos da Enfermagem)

Não é fácil levar um pouco de alegria para as crianças debilitadas e tristes. Foi muito gratificante ver o sorriso no rosto dos meninos quando a gente entrava nos quartos, cantando, brincando e conversando com eles. Era de partir o coração quando alguma criança não olhava e nem podia conversar por conta da fraqueza no corpo, ou até de tristeza por estar naquela situação. Acho que criança não deveria passar por isso, mas Deus tem tantos desígnios que a gente não tem como questionar, apenas aceitar e tentar entender.

Felizmente, existe os Anjos da Enfermagem para ajudar a amenizar a tristeza e a dor de anjinhos que não pediram para estar naquela situação. Hoje, estou muito feliz por participar do Conselho Fiscal dessa instituição tão importante para nosso país. Parabéns a todos!”.

Compartilhar post

Bookmark and Share

1 comentários :

Patrícia disse...

Obrigada por minha experiência ser a primeira a ser publicada!!!! Muito honrada e emocionada!!! Orgulho de fazer parte dessa Instituição!!!!! Patrícia Sena

Postar um comentário