Ações dos Anjos da Enfermagem da Unit rendem título à universidade



Mais do que transmitir conhecimento, a Universidade Tiradentes sempre se preocupa em atender aos sergipanos em todos os campos: saúde, cultura, lazer, meio ambiente e esportes. Na área da saúde, uma iniciativa do Instituto Anjos da Enfermagem – IAE –, que conta com o apoio da Universidade Tiradentes em Sergipe, faz com que crianças hospitalizadas no setor de Oncologia Pediátrica do HUSE – Hospital de Urgências de Sergipe – voltem a sorrir. As ações dos anjos renderam nessa quinta, 12, à instituição de ensino um título valioso. O descerramento da placa cujas palavras à Unit são ‘Universidade do Bem’ aconteceu na Biblioteca Central, no Campus Farolândia. A homenagem foi feita pelo IAE, Conselho Regional e Federal de Enfermagem (COREN E COFEN).



O trabalho do IAE iniciou-se no Ceará e espalhou-se por todo o país auxiliado pelo Cofen e Coren. Em Sergipe, os trabalhos começaram em 2009. Desde então, a Universidade Tiradentes participa por meio de seus alunos, que são auxiliados através das Coordenações de Extensão e de Enfermagem, e da Diretoria de Graduação nas atividades. Em fevereiro deste ano, coordenadores dos Anjos da Enfermagem de todos os estados se reuniram em Fortaleza-CE. Os anjos sergipanos ganharam Prêmio Ouro. Isso porque o que se iniciou no Huse, hoje está ampliado e abrange mais locais.



“Nós recebemos Prêmio Ouro em 2010 e estamos trabalhando para ganhar o Diamante este ano. No Huse, atendemos a crianças com câncer. Mas passamos a visitar também outras entidades e realizar outras campanhas. Tudo isso somou ponto para ganharmos o prêmio. Levamos essa alegria hoje não só às crianças com câncer, mas a outras também. Além disso, fazemos campanhas para arrecadar alimentos, brinquedos, produtos de higiene, realizamos festa junina, de Natal, Dia das Crianças, entre outras. A Unit colabora para que tudo isso dê certo”, diz Mônica Novaes, coordenadora estadual dos Anjos da Enfermagem.


Na opinião do reitor da Unit, Jouberto Uchôa de Mendonça, gestos como o desse grupo precisam ser levados adiante sempre. “Toda universidade tem que ter ensino, pesquisa e extensão. E as atividades de extensão realizadas pela Unit me enchem de orgulho. Estamos presentes em tudo o que podemos ajudar a sociedade, seja aos mais carentes ou aos que sofrem. Por isso fomos premiados por causa dessa ação belíssima do curso de Enfermagem junto a essas crianças que precisam de solidariedade”, afirma.
Esses trabalhos são possíveis por meio da Coordenação de Extensão, que facilita toda a relação entre Unit e órgãos responsáveis, além de possibilitar que atividades dos anjos sejam uma realidade. “Esse projeto nos traz uma satisfação muito grande, que é ajudar as pessoas naquilo que é essencialmente verdadeiro. Além disso, faz com que alunos coloquem em prática o que aprendem na sala de aula. Esse trabalho de extensão universitária garante melhores alunos, melhores profissionais no mercado e mostra a todos que acompanham como se deve tratar um ser humano: com muito zelo e carinho”, avalia Gilton Kennedy, coordenador de Extensão da Unit.

Anjos
Em abril deste ano houve mais um processo seletivo realizado pelo IAE para selecionar oito estudantes de Enfermegaem, e as acadêmicas da Unit Manuella Martins, Ivy Mayara, Jéssica Bittencourt, Graziele Carvalho e Janine Lima passaram a compor o novo grupo dos Anjos do Estado. Caracterizadas com roupas coloridas, jaleco, maquiagem e nariz de palhaço, sem contar na animação por fazer algo que vale a pena, elas levam esperança aos pequenos do Huse e visitam diversas entidades que cuidam de crianças desde o início de maio. Ivy Mayara ressalta que apesar do pouco tempo, já percebeu a força da iniciativa.

“Todas as vezes que chegamos, percebemos um impacto positivo enorme. Aqueles pacientes perderam o dia a dia de brincar, ficam deitadas, recebendo medicamentos fortes... Temos que levar felicidade a essas crianças e também sensibilizar os profissionais que estão com elas. O objetivo é facilitar o tratamento desses pequenos”, analisa Ivy. “O maior presente que levamos para essas crianças é a alegria, o que ajuda e muito na recuperação delas”, completa Manuella Martins.
Tudo que os anjos da Unit fazem recebe o acompanhamento da coordenadora Teresinha Dias Silva, que ajuda as alunas e as direciona no que for preciso. Já a coordenadora do curso de Enfermagem da Unit, professora Maria Pureza, aproveita a data especial dessa quinta-feira, 12, Dia Internacional do Enfermeiro, para avaliar o Trabalho dos Anjos da Enfermagem de Sergipe, que tem na Unit uma parceira 100% dedicada. "É um título importante ser reconhecida como Universidade do Bem por um projeto tão solidário. Isso motiva bastante os alunos. O foco maior dos anjos é a necessidade de você olhar um ser como inteiro. Não só a parte biológica, mas a física, psicológica e espiritual. Não só os pacientes como as famílias são beneficiadas”, opina a professora Pureza.

Com informações UNIT
Fotos: Marcelo Freitas

Compartilhar post

Bookmark and Share

0 comentários :

Postar um comentário